segunda-feira, janeiro 20, 2014



Dicas para voltar ao mercado de trabalho

Mulher bem sucedida

Caiu na onda de demissões do seu trampo? Ou pediu para sair? Não importa, siga as dicas para começar uma nova carreira bem encaminhada.

Desesperar, jamais

Momento demissão: não é o fim do mundo ok? Quem tiver carteira assinada vai receber tudo direitinho e ainda pode contar com o fundo de garantia por tempo de serviço (FGTS), com o qual dá para planejar o retorno ao mercado sem deixar de pagar as contas, além do seguro-desemprego. Trabalha como frila fixo ou é prestadora de serviços? Então precisa negociar bem com os chefes para não sair de carteira vazia - alguns sindicatos têm assessorias jurídicas que podem ajudar a fazer essas contas.

Aproveite a oportunidade

Eis a dica: investir em algo que foi adiado devido ao trabalho, como uma viagem para o exterior ou um curso de especialização. Essas atitudes só engordam o currículo. Em boas escolas há intensivos de um ou dois meses e com certificado por cerca de R$ 1500 (sem contar a despesa de viagem se for no exterior).

Keep Calm and Procura-se Emprego
Anuncie-se

Ainda sobre currículos: vale cadastrar o seu (detalhado e atualizado) em diversos sites como Linkedin e Catho porque os departamentos de RH de grandes empresas anunciam vagas e escolhem candidatos por meio deles.

Não se esconda

Considere trocar o status em redes sociais para "disponível profissionalmente". A ideia é essa mesma, perder a vergonha e comunicar a procura a todos: quem não é vista não é lembrada. Outra dica: muitas vezes os ex-colegas de trabalho, que não têm nada a ver com as demissões (a não ser em casos claros de puxada de tapete), podem ajudar com alguma indicação.

Evite aceitar "Qualquer coisa"

Melhor pensar antes de topar determinadas roubadas no "pós-saída". Aceitar vagas abaixo das suas qualificações só para garantir um empreguinho pode causar problemas de insatisfação em curto e médio prazos. E pense: Se você aceitar qualquer coisa pode perder a chance do emprego que realmente gostaria. É comum ficar dois ou três meses à deriva até conseguir outro trabalho. Portanto, reorganize seus gastos. Nessas horas apertadas, aquelas compras de supérfluos não sã nada bem-vindas.

Quero mesmo essa carreira?

Um consultor pode dar orientações a quem precisa repensar a carreira. Eles sabem inclusive as profissões que estão bombando, as vagas mais concorridas, empresas em processo de recrutamento de pessoal... Muitas mulheres que fazem essa consulta acabam chegando à conclusão de que se dariam melhor em outra área mesmo - e resolvem testar uma vida nova.

Não atrapalhe seu emprego por buscar outro

Errado e Certo sobre roupas masculinas para entrevistas de empregoErrado e Certo sobre roupas femininas para entrevistas de emprego

Dica: Se você estiver cumprindo aviso prévio pode trabalhar 2 horas a menos por dia justamente para procurar outro emprego.
Para quem está empregada, um bom conselho é não marcar entrevistas em horário comercial. Perder a confiança dos seus chefes por corpo mole queima muito o filme. O melhor período para esses encontros é antes ou depois do expediente. Quem sabe usar o horário de almoço para isso?

Não minta pra encher sua bola

Demitidos: jamais dizer que "resolveram buscar novas oportunidades" quando isso não for verdade. Desligamento não é motivo de vergonha, e qualquer entrevistador descobre a real com uma ligadinha para o ex-patrão. Além disso, os dispensados precisam explicar seus erros e se comprometer a não cometê-los de novo.
Seleção em entrevista de emprego

0 inspirações:

Postar um comentário

 
  • Uso de Imagens

    Muitas imagens do nosso site vem de fontes espalhadas na internet, sendo em sua maior parte externas e muitas não autorizadas. Nenhuma das fotos pertencem ao Bia Inspira, a menos que sejam creditadas. Se alguma foto de sua autoria estiver no nosso site e você desejar sua remoção ou inserção de créditos, favor enviar um email para mscbianca[arroba]gmail[ponto]com que prontamente atenderemos ao seu pedido. Obrigada!!!