quarta-feira, janeiro 29, 2014



O que fazer com a caspa

Mulher com problemas de caspa

Ao contrário do que muitos espalham por aí, a caspa não é sinal de falta de higiene e não é contagiosa. A dermatite seborreica é uma inflamação do couro cabeludo, que gera descamação e acontece por uma simples predisposição genética ou por alguma descarga hormonal, bem comum na adolescência. Aí, abrem-se dois caminhos, ou a caspa desaparece quando os hormônios voltam a ficar equilibrados ou persiste durante toda a vida. Apesar da cura ainda não ter sido descoberta é possível mantê-la sob controle com produtos específicos. A caspa pode ser dividida em três níveis:
  • Floquinhos brancos - descamação leve do couro cabeludo. As partículas brancas ficam aparentes entre os fios de cabelo.
  • Graxenta - é como uma massinha que se forma no couro cabeludo. É mais comum na adolescência. Quando tenho caspa é desse tipo.
  • Psoríase - é o nível mais sério da caspa - uma descamação do couro cabeludo em alto nível que pode chegar a machucar e até sangrar. Lembrando que psoríase não é só ter caspa, pois ela pode acontecer em qualquer parte do corpo. Também é genético, não tem cura e não é contagioso.

Esquema demonstrando descamação e formação de placa de gordura no couro cabeludo como causas de caspa

Atenção, atenção

Um dos fatores que fazem com que a caspa apareça é o estresse. Isso porque tudo o que estressa contribui para que o organismo fique desregulado. Até a TPM pode ser considerada um agravante.

Não Esfrega!

Notou que está com caspa? Esqueça o secador de cabelos e não apele para o excesso de lavagens. Elas fazem a irritação aumentar porque ressecam o couro cabeludo já debilitado e agravam a descamação.

Cuide

Além das questões estéticas, a caspa não tratada pode virar caso sério de saúde. Excesso de descamação pode gerar infecções e incentivar o crescimento de fungos e bactérias no couro cabeludo, causando queda significativa dos fios, vermelhidão e dor; sinais de que o processo virou doença. O conselho dos médicos nesse caso é: procure um tricologista, médico especialista em cabelos.

Mais uma dica

Não confunda resíduos de produtos, como gel, condicionador e leave-in, com caspa. Se usados em excesso, eles ficam impregnados no couro cabeludo. Aí, uma lavagem das boas, com xampu antirresíduo, resolve tudo.

Existem produtos para cuidados especiais do cabelo e couro cabeludo, que promovem o controle da caspa. Procure usar shampoos, condicionadores e loções anticaspa que ajudarão a reduzir a oleosidade do cabelo e a controlar a formação da caspa.

0 inspirações:

Postar um comentário

 
  • Uso de Imagens

    Muitas imagens do nosso site vem de fontes espalhadas na internet, sendo em sua maior parte externas e muitas não autorizadas. Nenhuma das fotos pertencem ao Bia Inspira, a menos que sejam creditadas. Se alguma foto de sua autoria estiver no nosso site e você desejar sua remoção ou inserção de créditos, favor enviar um email para mscbianca[arroba]gmail[ponto]com que prontamente atenderemos ao seu pedido. Obrigada!!!