sexta-feira, janeiro 30, 2015



Homens cuidando da casa: isso dá certo?


No fim de 2009, o IBGE divulgou um levantamento surpreendente: de 1998 a 2008, a porcentagem de mulheres chefes de família subiu de 2,4% para 9,1%. A conta considera apenas os lares em que há a presença de marido e mulher. Se forem incluídas as pessoas do sexo feminino que moram sem um companheiro, a porcentagem cresce para 34,9% (antes, era de 25,9%). O que isso quer dizer? Que as mulheres estão dominando até os casamentos, gente! Será que isso influencia de alguma forma o relacionamento? Abaixo segue-se uma série de perguntas e respostas sobre o assunto:

É possível haver uma inversão de papéis desse tipo na família e ter uma harmonia de verdade no casal?

Para que aconteça esta inversão sem que isto seja um problema, é fundamental que os parceiros tenham claro que estão andando na contramão das convenções e eles precisam se sentir imunes às observações e julgamentos dos outros.

O homem não vai sempre se sentir inferiorizado por não prover o dinheiro à família ou a maior parte dele?

Já existem muitos homens que lidam bem com isto, mas muitos deles ainda estão presos ao pensamento antigo, segundo o qual eles é que devem ser os provedores do lar. As mulheres também precisam trabalhar seus conceitos e pré-conceitos, permitindo a mudança dos paradigmas.


A mulher pode virar "a mandona" da casa e "diminuir" o homem em algum aspecto?

Quando o homem era o provedor do lar, acabavam por usar e abusar deste poder. Uma das consequências disto foi a batalha das mulheres pela independência. Agora, elas podem muito bem cometer o mesmo equívoco.

 Isso pode afetar o relacionamento sexual de alguma maneira?

Os homens sempre associaram a potência sexual às suas realizações e particularmente ao dinheiro. Com esta inversão, é bastante comum que eles se sintam mais vulneráveis e fracos e isto se reflita na hora do sexo. 

A inversão pode afetar a admiração que um tem pelo outro de alguma forma positiva ou negativamente?

A admiração é fundamental para a continuidade da relação. Se você se acomoda e não cresce pessoal e/ou profissionalmente, é capaz de perder alguns pontos com o seu cônjuge.

Eu só sei que aqui em casa o nosso sonho é que eu seja bem sucedida profissionalmente e que ele possa viver pra cozinhar, malhar e cuidar dos cachorros.  Um casal de vanguarda não é?

segunda-feira, janeiro 26, 2015



5 passos para ter a boca da Angelina Jolie sem cirurgia plástica


Sim, tem truques de maquiagem pra fazer seus lábios ficarem lindos e volumosos, como os de Angelina Jolie. Já pensou se com isso você fisga um Brad Pitt pra você?


1 – Apague o contorno natural da sua boca com um corretivo.
2 – Pegue um lápis de boca (de cor parecida com a cor do batom) e refaça esse contorno um pouquinho por fora da linha natural. Só preste atenção pra não exagerar e ficar com boca de boneca inflável!
3 – Em seguida preencha o contorno com o batom. Tente fazer com que o contorno desapareça.
4 – Para dar impressão de mais volume, passe gloss (da cor do batom ou incolor) no centro dos lábios.
5 – Finalize aplicando iluminador no arco do cupido, o M do lábio do superior, logo abaixo do nariz.



Se você prefere coisas mais definitivas e quer partir para procedimentos estéticos, joga no Google “preenchimento com ácido hialurônico”. E lembrando que os lábios precisam de cuidado, portanto faça uma esfoliação labial sempre que for necessário.

sexta-feira, janeiro 23, 2015



Entenda os casais pegajosos e grudentos


Pelo que dizem os especialistas em relacionamento, qualquer um pode cair nesse caldeirão de melaço. Basta a paixão brotar. É uma reação esperada entre os apaixonados. O isolamento social vivenciado pelos casais é necessário para solidificar o vínculo amoroso. Todos que se apaixonam passam por isso, em maior ou menor intensidade.

E aquelas vozinhas de bebê, quem diria, também têm uma finalidade. Ao falar como criança, os namorados despertam um no outro o instinto neotênico, a vontade de cuidar do outro como um pai (ou mãe) faz com um filho.

Quem já se apaixonou sabe que se afastar do ser amado no início da paixão pode causar reações emocionais e físicas semelhantes às de uma crise de abstinência. A ciência já provou que, nessa fase, somos praticamente dependentes do objeto da paixão, o que também explica o grude geral. De acordo com uma pesquisa feita por Cindy Hazan, da Universidade Cornell, de Nova York, três substâncias dominam o cérebro no início da paixão: dopamina, feniletilamina e ocitocina, responsáveis pela sensação de bem-estar e euforia.


Uma das consequências da paixão é a dificuldade de pensar de forma racional quando o assunto é o ser amado. É comum o apaixonado só enxergar o parceiro. Tudo que ele faz é para agradar o outro.

Cada casal tem um tempo para começar a se desgrudar. E um grude curto demais pode dificultar o estabelecimento do vínculo afetivo, gerando insegurança em um dos parceiros por não ter passado tempo suficiente com o outro para ter certeza de que é amado. Já um grude muito longo pode sufocar uma das partes, que passa a questionar o relacionamento por achar que não aproveitou a vida como deveria. Ou seja: no amor, até no grude, é preciso haver sintonia.



Um parceiro grudento demais - mas demais mesmo - pode virar um problemão. Há também os grudentos crônicos. Esses precisam descobrir a causa do seu problema - especialistas indicam terapia. Muitas vezes agem assim para compensar algum tipo de carência. Em geral, o retrato falado de um melosão patológico tem este conjunto de traços: controlador, manipulador, dependente, inseguro, carente, ciumento (ainda que não demonstre ou o faça sob forma de zelo) e ansioso.

segunda-feira, janeiro 19, 2015



Como não ter olhos de mangá – ou Como disfarçar olhos grandes



Ninguém é perfeito e, pra piorar, a gente tem mania de não gostar do que tem. Por isso, enquanto o sonho de algumas é ter olhos maiores, as que tem olhos grandes querem que eles pareçam menores.

Como maquiagem é o reboco e a massa corrida da vida, dá pra disfarçar isso sim senhora! E nesse caso, a maioria das mulheres vai gostar do jeito de esconder os olhões: carregue a maquiagem!




Use lápis, delineador, sombras escuras e aplique bastante máscara nos cílios superiores. Na linha d’água, evite os lápis bege e prefira o preto. Quanto mais dramática for sua maquiagem, menor seus olhos aparentarão.


sexta-feira, janeiro 16, 2015



Elas vivem para o namorado


O escritor mineiro Paulo Mendes Campos (1922-1991) demonstrou compreender muito bem a alma feminina ao publicar a crônica Rondó de Mulher Só. Nela, ele diz que a pergunta "O que fazer agora da tua liberdade?" cabe numa conversa com um homem que acaba de regressar à vida de solteiro, mas não faz muito sentido se dirigida a uma mulher recém-saída de um relacionamento. Assumindo uma voz feminina, Mendes Campos escreve: "A nossa interrogação é uma só e muito mais perturbadora: que farei agora do meu amor?". O autor resumiu nessa frase uma das principais vocações femininas - a de amar.

Alguns especialistas defendem essa característica como essencialmente biológica, outros como cultural, e há ainda outros que acreditam que ela é as duas coisas ao mesmo tempo. Seja como for, a verdade é que as mulheres, historicamente, desde muito pequenininhas foram alimentadas à base de contos de fadas, educadas para procurar seu príncipe e, depois de encontrá-lo, viver felizes para sempre, com ele. Algumas, mesmo em pleno século 21, levam isso tão a sério que, ao se apaixonarem, abrem mão de viver a própria vida em nome do parceiro.


Na maior parte das vezes, não dá nada certo despejar sobre uma única pessoa os próprios pensamentos, a TPM, as tristezas e alegrias, enfim, tudo o que compõe o dia-a-dia. O receptor de tanta informação se sente carregando um peso. Os amigos estão aí, entre outras coisas, para que a gente tenha com quem dividir o que se passa na nossa vida. Com o tempo, a garota que vive em função do namorado vai se tornando desinteressante para ele não só porque se transforma em uma pessoa absorvente e dependente, mas também porque não tem boas histórias para contar - afinal, tudo o que ela vive é ao lado dele. É o caso, por exemplo, da menina que, todo fim de semana, em vez de ir ao cinema quando o namorado vai jogar futebol, prefere ficar na arquibancada da partida.

Dosar o afeto muitas vezes é algo que vem com o tempo, exige aprendizado. Só vai saber ser feliz no amor quem se disciplinar em manter o equilíbrio das suas emoções.



Porém existe o amor patológico, ou dependência do parceiro amoroso, que é semelhante ao vício em drogas. Quem sofre disso se fecha e não sente mais vontade de falar com ninguém, só com o namorado. Longe dele, a pessoa está sempre infeliz. Grupos como o Mulheres que Amam Demais Anônimas (Mada) oferecem terapia para tratar do problema. Mais informações: www.grupomada.com.br.


segunda-feira, janeiro 12, 2015



A maquiagem certa para cada formato de rosto



Você não gosta do formato do seu rosto? Seja ele quadrado, redondo ou triangular a dica é usar e não abusar do contorno facial.

Rosto quadrado

Este é um rosto com as laterais bem marcadas. Comece passando um contorno ou base mais escura nas laterais do rosto e na testa, rente a raiz dos cabelos. Dessa forma você irá suavizar as extremidades do rosto, disfarçando os ângulos que nele são bem marcados.

O blush nesse caso deve ser aplicado nas maçãs do rosto, mais longe do nariz e em direção às orelhas, deixando o rosto com formato mais harmonioso.



Rosto redondo

Em um rosto redondo o objetivo é fazer com que as bochechas chamem menos atenção. Para isso, use o contorno nas laterais do rosto porém em forma de linha abaixo das maçãs do rosto. Aplique o blush acima dessa linha, nas maçãs do rosto. Agora esfume as duas cores com um pincel de pó limpo, fazendo movimentos circulares.

Pra parecer capa de revista, passe um pouco de iluminador bem no ossinho das maçãs do rosto.




Rosto triangular

Seu rosto tem as laterais bem mais largas que o maxilar e o queixo? Então ele é triangular. Para deixa-lo mais proporcional, você fará o contorno nas laterais da testa rente a raiz do cabelo e bem na ponta do queixo. Assim, irá parecer que a sua testa é mais estreita e seu queixo, mais curto.


A aplicação do blush será feita abaixo das maçãs do rosto e subindo em direção às têmporas.



sexta-feira, janeiro 09, 2015



Como se comportar ao conhecer a família do namorado?


Conhecer os pais do namorado e/ou apresentar os seus a ele pode virar uma roubada. Hoje, vou te dar umas dicas que podem salvar aquele almoço envergonhado de domingo.

“Mãe, não faça isso! Pai, não diga aquilo!”

Deixe todo mundo agir livremente. Não faça exigências de que as pessoas se comportem de uma maneira ou de outra. A espontaneidade é sempre a melhor saída e movimentos falsos são sempre percebidos, ainda que intuitivamente.

O luto pelo filho falecido

Se você namorou por muito tempo com um cara que "era como um filho" para os seus pais, nem tente empurrar um novo namorado porta adentro sem preparar muito bem o terreno. Ir devagar, nesse caso, é bom para preservar seu novo amor de constrangimentos.

Fugindo do Interrogatório

Promover o conhecimento entre os pais e o namorado em um ambiente com outras pessoas pode ser uma boa estratégia para o encontro não se tornar um interrogatório.

Assunto sério: Diferenças e Preconceitos

Agora, o que fazer quando você já sabe que a família sofrerá um choque por existir preconceito relacionado a alguma característica do novo namorado, como diferenças étnicas, religiosas, sociais? Procure evitar que eles descubram isso assim, no susto. Discuta a relação com os pais antes de partir para as apresentações. Se nessa conversa a família se mostrar resistente, é melhor nem levar o namorado para ser destratado.


Regras de etiqueta para o encontro com os sogrões

·         Planeje o look da ocasião, que deve ser básico e discreto. A menos que a reunião aconteça numa praia, não mostre demais o corpo.
·         Início de namoro é um fogo só; portanto, contenha o impulso de se entregar aos beijinhos no sofá. Todo mundo, disfarçadamente ou não, estará reparando nas suas atitudes.
·         "Sexy no último" é a derradeira coisa que uma mulher deve estar ao ser apresentada à família do namorado. É melhor vestir-se discretamente de forma a não aparecer nem de mais nem de menos.
·         Seja você mesma com uma dose extra de bom senso. Certos traços de personalidade, como mau humor e pavio curto, só devem ser mostrados a alguém com quem tenha intimidade. O que não é o caso aqui.
·         Evite se envolver em polêmicas. Discutir nesse primeiro momento passa a impressão de que você é agressiva. Também não banque a superboazinha nem fique calada demais para que não a chamem (pelas costas, lógico!) de mosca-morta.
·         Coma, menina! Esse não é um bom dia para dieta. E elogie a comida! Claro, se for alérgica ou tiver pavor do prato oferecido, recuse com educação.

E você, tem alguma história boa para contar sobre o assunto? Comente!

segunda-feira, janeiro 05, 2015



Como fazer olhos pequenos parecerem maiores?

O pessoal te chama de japinha dos olhos apertados? Ou mesmo que você não tenha descendência asiática, seus olhos parecem pequenos? Sabendo como se maquiar, você pode fazer com que eles pareçam maiores.

Pra começar, entenda que como queremos aumentar vamos clarear algumas regiões do olho, causando efeito de ser maior e mais aberto. Por isso, você deve sempre evitar maquiagens com o olho todo escuro. Use sombras mais claras e deixe as escuras só para o côncavo e o canto externo.

Mas e o smokey eye, eu não posso?

Eu sou do time que acha que nada é proibido. Então poder, pode. Mas você vai ter duas opções: ou usar um olho preto porém pequeno, ou se arriscar a fazer esse olho preto “por fora” das linhas naturais do seu olho (desenhar o côncavo acima do seu côncavo e esfumar chegando mais perto da sobrancelha), fazendo assim com que ele pareça maior. Mas sendo bem sincera, isso não é coisa pra iniciantes... Se você não é uma guru de beleza do Youtube, deixe isso para ocasiões noturnas e muito especiais, onde você vai pagar uma maquiadora.




Pois bem, continuando, fique amiga íntima de um lápis de olho bege - ele vai na linha d’água. Se quiser, pode usar o lápis preto, mas por fora da linha d’água. Ainda clareando, use sempre iluminador no canto interno dos olhos e abaixo da sobrancelha, deixando o olhar mais aberto.


Com essas dicas seu rosto vai ficar mais harmônico e os olhos irão se destacar. E fique tranquila, mesmo que faça todas ao mesmo tempo você não vai ficarparecendo um mangá japonês.

sexta-feira, janeiro 02, 2015



Como fazer o amor durar para sempre?


Para começo de conversa, vamos tratar aqui de como manter o amor entre duas pessoas que de fato se amam. Parece uma colocação ridícula, mas explico: se você é a amante, ou a ex-namorada ou a ficante, coleguinha, isso aí não é amor, amor é outra coisa.

Pense naquele casal pais/tios/avós/whatever que fizeram bodas de ouro e você ficou pensando “Bodas de Ouro são 50 anos. Será que pelo menos eu vivo 50 anos? Porque 50 anos de casada vai ser meio difícil...” É disso que nós vamos falar. De manter um relacionamento tão longo, conservando o afeto e o carinho, sem que os dois simplesmente virem colegas que dividem a casa – ou pior, que se suportam só pra não fazer o divórcio.

Primeiro, a coisa mais clichê de todas: O amor precisa ser alimentado diariamente para continuar existindo. Sim! Infelizmente, o ser humano ainda não aprendeu a amar sem receber nada em troca, incondicionalmente. Então todo mundo precisa dum carinho, dum chamego pra lembrar que o outro também gosta que façam isso. E fazer também.


Mesmo com a nossa vida cheia de urgências intermináveis, é importante achar tempo para namorar e trocar ideias, falar de coisas diferentes das questões do dia-a-dia. Procure assuntos além do quarteto from hell: trabalho, família, estudos e problemas em geral. Depois de um dia longo (e chato) de trabalho, custa você falar que achou lindo a menininha brincando com um cachorro na rua? Faça esse exercício, vai fazer bem até pra você mesma!

Casais bem-sucedidos tem sempre duas qualidades infalíveis: a tolerância e o bom humor. Minimizar conflitos cotidianos é uma dica para ser feliz para sempre no casamento - para sempre sim, mas não ininterruptamente, pois ser feliz o tempo todo é impossível.


Não há fórmula pronta para fazer um casamento durar e ser bom. Mas uma pra não seguir eu sei: casar dizendo "Se não der certo, a gente separa". E nem tô falando da energia que isso traz pro casamento, mas que não tem jeito: são duas pessoas criadas diferente, com valores diferentes tentando viver juntas. No começo, existirão problemas e coisinhas chatas a superar, se houver amor. Deve-se insistir e investir mais em um casamento antes de pensar em divórcio.

E, ao longo do tempo, pode-se descobrir qualidades até então desconhecidas um no outro, e se "reapaixonar" algumas vezes. Sim, dá para viver novos momentos de paixão no decorrer de uma longa relação. Para isso, há de se estar atenta às surpresas - são elas o gatilho para a paixão desabrochar. E é bem mais fácil surpreender o outro - e também deixar-se surpreender - quando se tem vida própria.



Termino com outro conselho clássico: procurar no ser amado o seu complemento, a sua outra metade, é um perigo para a saúde de qualquer relacionamento.
 
  • Uso de Imagens

    Muitas imagens do nosso site vem de fontes espalhadas na internet, sendo em sua maior parte externas e muitas não autorizadas. Nenhuma das fotos pertencem ao Bia Inspira, a menos que sejam creditadas. Se alguma foto de sua autoria estiver no nosso site e você desejar sua remoção ou inserção de créditos, favor enviar um email para mscbianca[arroba]gmail[ponto]com que prontamente atenderemos ao seu pedido. Obrigada!!!